Tatuagem Solar

Eu já havia visto num site, porém hoje saiu no Terra uma reportagem sobre uma tatuagem feita com o sol:

http://noticias.terra.com.br/popular/interna/0,,OI3382082-EI1141,00-Designer+recorta+roupao+para+criar+tattoo+solar.html

 

931730-2949-it2

Implante…

Deixando um pouco de lado o assunto da tatuagem, mas ainda no assunto de modificação corporal. Esse próximo post irei falar um pouco de implante.Porém, primeiro vou responder um comentário:

“Renata Estagiária” – Meu nome não é LUCIENE, querida!Não sei nem de onde vc tirou essa informação.

Com relação a custo de tatuagem de henna, acho melhor vc ir pra uma praia para saber disso. Pois eu NUNCA fiz uma!ok?

Voltemos a realidade, hoje em dia existem várias maneiras que uma pessoa pode modificar seu corpo, como: tatuagem, piercings, implantes e entre outras coisas.E o implante está mais do que na moda, entre as pessoas que querem modificar seu corpo e principalmente seu rosto. As pessoas que fazem esse tipo de modificação gostariam de ter a aparência similar a de um animal (a maioria dos implantes e pessoas com implantes que vi na internet tem algo pro lado animal).

Para os interessados, esse tipo de modificação é feita de tal maneira (simplicada): a joia é encaixada dentro da pele com um único ponto de saída. Dando a sensação de se ter apenas uma bolinha no corpo.  A peça que entra na pele tem algumas aberturas de modo a deixar o tecido de pele crescer normalmente.

Um jovem nos EUA resolveu fazer um implante numa tatuagem dele. Tatuagem de uma mulher “gostosa”, o implante seria colocado nos seios e permaneceriam lá se não fosse uma rejeição e tendo que ser retirado a pressas.

lane-implant-removal-1lane-implant-removal-2lane-implant-removal-3

lane-implant-removal-4lane-implant-removal-5lane-implant-removal-61

Esse implante citado acima, foi feito com silicone. Porém, é possível fazer com implantes de aço de titanium onde os riscos são menores de rejeição.

Esse tipo de modicação demora de 1 a 3 meses para cicatrização.

Tatuagem de Cadeia

Bom, esse post vai por sugestão do Danilo.

Antes só respondendo a Denise – no começo meu pai tinha bastante preconceito também Denise, depois passou a gostar delas e até tirar fotos sempre quando fazia uma nova.No começo tudo é mais dificil, quando temos que nos expor para uma sociedade ainda careta. Mas aos poucos estamos quebrando barreiras e mostrando que só temos desenhos “pintados” em nossos corpos. E isso não influi no nosso conteúdo ou no nosso carater.

Enfim, comecemos…

Como já havia citado nos primeiros posts, a tatuagem era uma caracteristicas de pessoas drogas ou detentos que haviam saído da cadeia. Hoje, esse esteriótipo de tatuados está ficando um pouco de lado. Mas não podemos negar que essa foi uma das principais maneiras de se divulgar a tatuagem, a tatuagem de cadeia.

Tatuagem para identificar dentro da prisão quais eram os crimes cometidos ou qual era a opção sexual.

ponto-na-mao

Encontrei um site, aonde cita alguns modelos de tatuagens e seus significados. Realmente através da lista podemos constatar que os grupos dentro da cadeia são separados pela tatuagem (se quiser conferir, só ver na barra lateral, na sessão de links)

Yakuza

Bom….Confesso que esse mundo Blogueiro me faz relembrar várias coisas e confesso que sou apaixonada.

Aos comentários feitos pelas coleguinhas de classe, lá vão as respostas:

-Máááá…Vc poderia ter estudado junto com a gente. Senhor, aí sim não iria dar certo!!🙂

-Renata, não sei se vou continuar. Como disse esse mundo blogueiro me fascina, mas infelizmente não tenho tanto tempo para me dedicar a ele.Quem sabe algumas postagens de vez enqdo!!!!

Continuando, meu post de hoje será sobre algo que me deixa bem curiosa.Já havia ouvido falar sobre a Yakuza, mas nunca pesquisei a fundo sobre o tema.

Algo que eu vi na internet e um conselho é que se alguém tem o corpo inteiro ou parte dele tatuado, evite em viajar para o Japão, pois essa pessoa pode ser vista como integrante da Máfia Japonesa, Yakusa, exclusiva de homens – eles não confiam nas mulheres (pq será?). Além do ato de tatuar, um ato muito frenquente entre os envolvidos é a auto-mutilação (A auto-mutilação ocorre quando alguém quer pedir desculpas ao seu superior).Muitos deles são proibidos de entrar em certos lugares.

Eles criaram algumas regras para serem seguidas pelos submissos que foi baseada nas relações de fidelidade entre o padrinho (oyabun) e seu protegido (kobun).

As tatuagens são baseadas nas figuras do teatro Kabuki. Um dos criminosos mais famosos, Benten Kozo, utilizada muito a arte do teatro em seu corpo e para fugir da policia se disfarçava de mulher e uma vez que o pegaram, descobriram que seu corpo era inteiro tatuado.

A Yakuza não escolhe posição social, poderia ser: jovem abandonada, rico ou seja lá o que for. Porém, uma vez dentro, não era possível sair.

Como disse num dos primeiros posts, a tatuagem serve para identificar tribos ou sociedades. E essa é um tipo de identificação aonde a tatuagem se mostra muito forte ainda.

yakuza_tattoo

Tatuagem na propaganda…

A tatuagem anda tão em alta que até em grandes campanhas ela tem sido o ator principal. A tatuagem está adentrando o mundo da propaganda e fazendo “história”.

Esse ano tivemos um exemplo muito bem falado que foi a campanha de “Dia dos Namorados”, do Boticário. Campanha criada pela agência AlmapBBDO,a onde um casal ao som de “Água na Boca” anuncia o lançamento de um perfume (Linked), na linha masculina e feminino da empresa.

No filme, casais falavam frases da música que se completava pouco a pouco, e no final, um quadro com uma frase mostra as imagens anteriores: “Vocês estão mais ligados do que imaginam”. Já nos impressos vimos casais abraçados, aonde as tatuagens eram alvo principal, sendo que uma tatuagem completava a outra. Além de todas essas peças tradicionais, a agência criou um hotsite muito interativo, as pessoas podiam mandar serenatas eletrônicas com direito a fotos e trecho de músicas.

Outra campanha que deu certo foi a da cerveja Brahma, onde tínhamos a tatuagem como ator principal também.

É possível notar que temos mais do que nunca, a mostra de barreiras quebradas e atingindo várias camadas sociais. E o melhor, de uma maneira sutil e sem agredir qualquer pessoa (mesmo aquelas que não aceitam a tatuagem).

Remoção de Tatuagem

Antigamente e até hoje para as pessoas mais velhas as tatuagens são vistas como uma coisa para vida toda. Muitas pessoas utilizam da tatuagem para exibir um grande amor ou uma preferência política. Além disso, infelizmente (ou não), a tatuagem virou moda e hoje, qualquer pessoa na esquina tem uma tatuagem como se fosse uma jóia. Porém, se pensado assim, o tempo passa, e o amor pode passar,a preferência política também e quem sabe a pessoa enjoar daquela “jóia”. E aí o que fazer com aquela tatuagem?

Se fosse anos atrás a solução seria cirurgia (retirada do local tatuado), salabrasão (lixar a pele com sal) ou a dermoabrasão (retirada de camadas da pele), e procedimento iria depender da tatuagem e do local.Em uma pesquisa aponta que em média depois de 5 anos uma pessoa tatuada, ela se arrepende e gostaria de retirá-la. Onde a maioria deles são homens.

Para isso é possível utilizar o método do laser, feito em várias sessões. (o número depende do tamanho da tatuagem, do pigmento e das cores utilizadas). A cor preta é a mais utilizada e a mais fácil de ser retirada, porém hoje temos várias técnicas para se conseguir tons de rosa, roxo ou cores fluorescentes e para que seja retirada todas essas cores é preciso um outro tipo de laser para ser aplicado e retirar a tatuagem por igual.

No Brasil, chegou a pouco tempo um aparelho de laser (para quem não sabe existem aparelhos diferentes para retirar certos pigmentos) super moderno chamando Nd: YAG 5, que pode retirar todos os tipos de pigmentos.A sessões duram em média 30 minutos e o número de sessões depende do tamanho e da pigmentação da tatuagem.



Para os que retiraram a tatuagem já e falam que não sente dor, está mentindo. Sente sim, e sente muita! Muitos descrevem o impacto da energia oriunda do potente pulso de luz do laser como respingos quentes de gordura de bacon ou estalos de uma faixa de borracha sobre a pele. A pele não chega a queimar, mas forma crostas na área da tatuagem.


Efeito colaterais após remover a tatuagem existem, poucos porém existem, como: excesso de coloração na pele no local da tatuagem (hiperpigmentação), a região da tatuagem fica sem cor de pele natural (hipopigmentação), podemos constatar também a infecção do local, a falta de remoção total do pigmento e por fim, o surgimento de cicatrizes permanentes.

O preço médio para cada sessão varia de R$200,00 a R$500,00 reais e para retirar a tatuagem depende do tamanho e pigmentação como já foi dito.Então, tatuagem é para quem gosta e admira e não para quem quer entrar na moda.

Od School…

Nesse próximo post, estava pensando com meus botões de falar sobre a “primeira tatuagem a gente nunca esquece”,  quais são os cuidados especiais que temos que ter para fazermos tatuagem,? Saber qual o melhor local e quais são as principais coisas que temos que saber antes e depois de uma tatuagem?

Mas hoje em dia quem não sabe aonde procurar um bom tatuador que tenha um Studio bem limpo e com todas as ferramentas de trabalho corretas? Quem não sabe quais são os cuidados que devemos ter ao fazer uma tatuagem?J á se tornou um assunto banal que até uma criança de 10 anos sabe o que deve fazer.

Então, pesquisei e revirei a internet de cabeça para baixo e o tema do próximo post será: Tatuagem Old School.

Um assunto que domino pouco, mas adoro! Gosto muito das coisas vintage e creio que dão um ar de lembrança boa que não sai da moda. A característica da tatuagem é o design simples com contornos pretos e sempre ligados a marinheiros, pinup girls, corações e laços envolvendo nome ou datas especiais.

pinupCriada em Chatham Square, Samuel O’Reilly (inventor da máquina de tatuagem moderna) tinha um ajudante chamado Charlie Wagner que o ajudou a montar um Studio. E após a morte de O’Reilly, Charlie montou seu próprio negócio propagando a alma da Old School. Naquela época a tatuagem estava em declínio, e uma das maneiras  que os tatuadores encontraram de divulgar seus trabalhos era exibir o seu trabalho tatuando a sua mulher.

A Old School para quem não sabe significa a tradicionalidade, desenvolveu entre os marinheiros e se popularizou com os desenhos ligados a porto, cordas e âncoras – Podemos dizer que é algo do gênero Popeye. E também existe uma ramificação hispânica para a Old School que são desenhos de santos ligados ao dia dos mortos, tradicional festividade do país.

Infelizmente, naquela época, após a Segunda Guerra Mundial que foi aonde surgiu a Old School, a tatuagem ficou muito denegrida por estar ligada a imagem de motoqueiros e delinqüentes como Marlon Brandon. E ela se tornou mais impopular ainda devido ao surto de hepatite que teve nessa época.

Acredito que essa fase foi muito importante para difundir a tatuagem como um todo, pois de uma certa orma os marinheiros que ajudaram (acredito que mais do que as mulheres dos tatuadores) a difundir esse estilo de tatuagem e tornar assim popular.

Hoje em dia, qualquer pessoa sabe que está na moda ser vintage. Depois que novamente voltaram a ser moda Serginho Malandro, Gretchen e várias outras pérolas da “música brasileira”, todo mundo queria ter uma tatuagem com um coração no meio do peito junto com uma frase de impacto. Porém, para quem gosta mesmo desse estilo existe todo uma arte e uma história nesses desenhos e no significado da Old School. Além de ser um um estilo de tatuagem, isso sim é um estilo de vida para os que gostam.Resumindo: o antigo virando moda.

old

Henna – Crença e história

henna

Creio que deveria ter citado este assunto antes de ter falado sobre o preconceito .

O assunto que irei desenvolver neste post é a Tatuagem de Henna, mas não é aquela tatuagem feita em “MONGA” a beira mar, tomando uma caipirinha e comendo um camarão.Nesse post será relatado qual é a importância da tatuagem de henna para o povo do Oriente, aonde a tatuagem ultrapassa o poder da estética e da moda.

A henna é uma planta, um arbusto, cujo nome científico é Hawsonia Inermis. Melhor clima para ser plantada são em países quentes, e é encontrada na Índia, Paquistão, Pérsia, Egito e em outros países Norte Africanos, Países Asiáticos Orientais e Medianos.Milhares de anos atrás a cultura desses povos eram e ainda é de celebrar algumas datas comemorativas com tatuagens nas extremidades de seus corpos, e essa arte milenar se chama Mehandi.

O casamento indiano tem um cuidado muito especial e para quem não sabe podem durar até 20 dias. A pintura do corpo da noiva é feito pelas amigas (ninguém com o dom especial do desenho).

A henna é tão importante e indispensável que no ritual de casamentos um dia antes da cerimônia, a noiva é tatuada.Os desenhos aplicados em sua pele simbolizam sempre energias positivas, puruficação, saúde e riqueza. E també pode ser relacionada à perda da virgindade e é tida como um poderoso elemento de sedução, ou quem sabe significar uma preparação para deixar a casa de seus pais e começar uma nova vida ao lado do marido.É dito que quanto mais bonito e detalhado o desenho, mais a mulher será devota a seu marido. Os desenhos cobrem a pele tanto da noiva como do noivo. Para as noivas os desenhos passam a ser como densas luvas de rendas vermelhas que vão desde as unhas das mãos até os braços, e desde as unhas dos dedos dos pés até as pernas, incluindo as solas dos pés.

casamento4casa

A aplicação dos desenhos podem ocorrer por dias consecutivos, conseguindo assim um Mehandi de diferentes tons. Quebrando a maneira tradicional de se aplicar a henna, hoje em dia também é aplicado aos desenhos de Mehandi já prontos, adesivos, strass, glitter e cores, dando um aspecto mais glamoroso à henna tradicional.

Em alguns povos, após o casamento quando a noiva muda-se para a casa do marido, ela não faz nenhum serviço doméstico até que os desenhos de henna desapareçam. E neste tempo a mulher pode se familiarizar com a nova família e encontre seu lugar nela.

“Tatuagem não dói, o que dói é o preconceito”

Ok Ok!Confesso que andei “chupando” informações de outros sites. Acredito que nesse começo foi necessário, pois sobre a história da tatuagem não tinha conhecimento algum. Apenas sabia que eram utilizadas em indígenas e a muito tempo atrás.

O tema deste post será relatar um pouco da experiência de ter feito minha primeira tatuagem aos 18 anos, e como li em um dos sites em minha pesquisa, posso dizer: “tatuagem não dói, o que dói é o preconceito”.

Em meados dos anos 90, no Brasil, ainda a tatuagem era vista como um “desenho” para “marcar” pessoas não confiáveis – lembro muito bem que nessa época, em Sorocaba, só havia um studio de tatuagem- e de má índole.

Relatos na internet e de pessoas que convivo, afirmam que a uns 5 ou 6 anos atrás se qualquer pessoa tatuada fosse a algum restaurante, loja ou até quem sabe hospital, essa pessoa era maltratada e vista com maus olhos. E apostando que nos hospitais essas pessoas eram vistas como drogadas ou ex-detentos (a tatuagem é uma das formas dos presos se identificarem dentro das prisões).

Determinadas profissões antigamente (e algumas até hoje, como por exemplo: piloto de avião, bancário, funcionário publico) eram extremamente proibidas de ter tatuagens. Caso a pessoa tivesse, ou não era contrata ou era obrigada a utilizar roupas que as escondessem (caso a tatuagem fosse visível) – me lembro que bem no começo da procura por estágio, fui fazer uma entrevista de regata e com uma das minhas tatuagens visíveis e o entrevistador me disse claramente:”Você só não será contratada por causa da sua tatuagem!”.

A falta de informação e a falta da procura da própria tornavam o assunto cada vez mais misterioso. Agora com a introdução da internet na vida das pessoas e a disseminação de informação, vem tornando cada vez mais fácil entender esse mundo e quem o cultiva.

Hoje em dia qualquer um pode ver pais acompanhando seus filhos para fazer sua primeira tatuagem ou quem sabe um piercing. Deixando claro que a Lei autoriza apenas maiores de 18 anos ou que seus pais os autorizem a fazer qualquer tipo de modificação corporal.

No século 21, os adolescentes deixaram de ser clientes exclusivos, e muito desses pais que os acompanham também fazem algum tipo de modificação.

Estamos evoluindo para uma dissociação da imagem do tatuado para um vândalo. Presenciando uma liberdade de expressão (não total) nunca vista em várias camadas sociais.

Acredito também muito que as feiras de tatuagens vêm facilitando muito o caminho desses artistas – são realmente artistas, pois como podem fazer desenhos perfeitos?Como podem ter a mão tão firme para conseguir traços retos? Essas são algumas das questões que passam na minha cabeça, e uma curiosidade que descobri logo quando comecei a fazer tatuagem. Muitos dos tatuadores começam a “treinar” a tatuagem em porcos, pois a pele do porco é semelhante a nossa.


Curiosidade: Como tatuar um porco?


Ok….essa liberdade de expressão está muito ligada a moda, culto ao corpo e a outras coisas ligadas a beleza. E muitos dos tatuadores dizem que essa quebra de preconceitos e a facilidade de encontrar um bom Studio a cada esquina se deu a mídia, pois cada vez mais vemos na TV, revista ou na internet aquela celebridade com uma tatuagem.

História da Tatuagem

Feitas as devidas alterações e alguns acertos, começaremos o nosso assunto principal: Dermopigmentação (“dermo” = pele / “pigmentação” ato de pigmentar, ou colorir), ou simplesmente, Tatuagem.

Para quem não sabe a tatuagem surgiu no quarto a quinto milênio DC, uma prática euro asiática desde épocas Neolítica. Naquele tempo, a tatuagem, tinha finalidade de marcar eventos importantes, como: nascimento, puberdade, reprodução e morte. Além do uso em rituais, a tatuagem serviria também como identificação de grupos sociais, marcação de prisioneiros, ornamentação e até como camuflagem. Com o cristianismo a técnica caiu em desuso no Ocidente e foi proibida.

Comprovando isso, Charles Darvin, escreveu o livro “A Descendência do Homem” em 1871, ele afirmava que do Pólo Norte à Nova Zelândia não havia aborígine que não se tatuasse, para entender o conceito de multinascimento, alguns críticos supõem que a tatuagem estava na bagagem das grandes migrações dos grupos humanos e por isso passou de um povo para o outro.

Em vários lugares do mundo a tatuagem teve a sua finalidade e propósito.


 

No Brasil, a tatuagem feita por um “motorzinho” é conhecida desde meados da década de 60. Introduzida pelo dinamarquês “Knud Harld Likke Gregersen”, também conhecido como Lucky Tattoo, que teve sua loja nas proximidades do cais, onde na época era a zona de boemia e prostituição da cidade de Santos.Devido a isso, a tatuagem no começo (e ainda um pouco nos tempos de hoje) era rotulada a pessoas promiscuas, ladrões, drogados e entre outras pessoas com um caráter não muito confiável.


Lucky Tattoo dizia que suas tatuagens davam sorte, tinha sua maquina própria e desenhos de catálogo até então inexistentes e desconhecidos pelos brasileiros. O grande boom da popularização da tatuagem inflamou na década de 80, e certamente a música de Chico Buarque de Holanda influenciou muito para que a tatuagem se difundisse com mais intensidade, pois identificava se facilmente com personagens da Zona Sul Carioca, “Menino do Rio” favoreceu muito a tatuadores e tatuados, surgiram então as tatuagens multicoloridas isso foi o auge do verão de 80.

Lucky não tatuou apenas as pessoas, gravou a máquina seu nome na história da tatuagem internacional.

« Older entries